comemorações do Trigésimo Aniversário

"Aniversário dos 30 Anos - 1986 a 2016"

􀀋􀀉􀀏􀀅􀀋􀀉􀀏􀀅Parece que foi ontem, mas o tempo passa e já lá vão 30 anos, desde a fundação da Associação.

Alguns dos meus amigos fundadores que aqui estão sabem e testemunharam, o grande desafio que foi criar uma rádio. Parecia impossível para a maioria dos fradelenses, mas o desafio foi superado.

Foi no ano de 1986, durante o verão que surgiram as primeiras emissões da Rádio Fradelos, para dar voz aos fradelenses, a diversas personalidades e entidades da freguesia e das freguesias limítrofes.

Em finais de 1989, esse sonho terminou com a polémica lei da rádio, o investimento era avultado e o tecido económico da nossa comunidade era manifestamente pequeno, e o investimento era muito elevado, o que originou o encerramento das emissões da Rádio Fradelos.

A associação enveredou pelas atividades Culturais, Recreativas e Desportivas, até ao ano de 1993, altura em que os seus dirigentes intenderam direcionar a associação para a área social. Esta era uma carência nesta freguesia e uma necessidade de dar resposta às famílias na área da infância criando um CATL.

Em 1998, passados 12 anos da sua fundação fomos, reconhecidos como uma IPSS – Instituição Particular de Solidariedade Social.

Em 1999, criamos as respostas sociais de Apoio Domiciliário e Centro de Dia e em 2004 a resposta de Creche.

Estes 30 anos provam que as associações são uma força viva das comunidades onde estão inseridas, e que, por esse motivo os fradelenses estão de parabéns, pois sempre acreditaram nos seus dirigentes e num grupo responsável de funcionários, que sem eles não teríamos este reconhecimento. Na vida das instituições e da comunidade não pode haver paragens nem retrocessos. Somos conhecedores das nossas realidades e sabemos o que ansiamos realizar, cabe- nos a nós diretores traçar novos destinos, no sentido de superar as carências sociais da comunidade onde estamos inseridos.

Nos grandes momentos nunca desperdiçamos as oportunidades quando estão em causa as necessidades da freguesia. Esta é a altura de dar um passo gigante no sentido de realizar obras sociais que possam satisfazer os anseios das crianças, jovens e idosos.

Estamos hoje aqui presentes para assinar um compromisso com a Família do Dr. Campos Pereira, que acredita em nós e que está disposta a doar um terreno, que à tantos ansiamos.

O meu maior agradecimento nesta data marcante, vai para a D. Maria Irene e para o Dr. Campos Pereira, pelo acordo hoje assinado de doação de um terreno para a construção de um edifício que alvergue todo as respostas sociais.

Em nome da direção quero pedir aos presentes mais uma salva de palmas, para este casal e nomeá- los como os primeiros sócios honorários da Instituição.

Queria apenas lembrar o nosso grande lema : “o sonho comanda a vida”, por isso deixem-nos sonhar…

Carlos Loureiro